Artigos

Ponte-H 12V 40A

Esse artigo é dedicado à todos cadeirantes. A idéia de escrevê-lo surgiu quando um leitor do nosso site nos enviou um email comentando que possuia uma cadeira de rodas elétrica e que necessitava consertar o controlador dos motores, pois esse havia queimado.

Para quê serve uma Ponte-H?

Um motor elétrico de corrente contínua (DC) é um tipo comum de motor elétrico.
Um motor elétrico DC e os dois terminais elétricos.

Um motor elétrico DC e os dois terminais elétricos.

Sua principal característica é que ele possui dois terminais elétricos, um positivo e um negativo. Se uma corrente elétrica percorre no sentido normal o eixo do motor gira para um lado. Se a corrente elétrica é invertida, o eixo gira para o outro lado. Portanto, podemos inverter o sentido de rotação do eixo simplesmente invertendo a polaridade dos terminais elétricos, e por consequencia, invertendo a corrente. Abaixo vemos um exemplo desse funcionamento
Motor girando no sentido normal.

Motor girando no sentido normal.

Motor girando no sentido reverso.

Motor girando no sentido reverso.

 

Controlando a polaridade com transistores

Como vimos no exemplo acima, é fácil controlar o motor usando chaves. Porém, se for necessário acionar os motores através de um painel de controle automatizado, a abordagem das chaves é inadequada. Podemos subistituir as chaves por transistores, que possuem a vantagem de manipular a corrente elétrica sem partes móveis, portanto não desgastam e não soltam faísca, fator de segurança. No circuito abaixo os transistores são acionados por botões, mas a corrente que passa por esses botões é muito pequena, portanto os fios para levar esses botões para longe do circuito podem ser finos e longos.
Ponte-H com transistores bipolares.

Ponte-H com transistores bipolares.

No circuito acima, os transistores Q1, Q2, Q3 e Q4 substituem as chaves do exemplo anterior. Notem que Q1 e Q3 são TIP32 (P) e Q2 e Q4 são TIP31 (N) Vejamos o funcionamento desta ponte-h transistorizada: Ao pressionar o botão S1, Q1 e Q4 são ligados e o motor gira para um lado.
S1 acionada e motor girando para um lado.

S1 acionada e motor girando para um lado.

Ao pressionar S2 os transistores Q2 e Q3 são ligados e o motor gira para o outro lado.
S2 acionada e motor girando para outro lado.

S2 acionada e motor girando para outro lado.

Agora sabemos como funciona uma ponte-h, vamos na próxima página verificar os limites da ponte-h com transistores TIP31 e TIP32, que são transistores bipolares.